VIVER EM PORTUGAL

Portugal é o hoje o terceiro país mais seguro do mundo e, um dos mais atrativos para viver e investir, conquistando cada vez mais prestígio mundial ao oferecer características únicas, tais como, benefícios fiscais, incentivos para empreendedores e de investimento no ramo imobiliário.
 

Venha conhecer connosco o seu clima, a nossa hospitalidade, a gastronomia, a qualidade de vida e o seu baixo custo, o turismo, a segurança, as paisagens incríveis, a reabilitação urbana, a facilidade de comunicação, tecnologia e inovação. 
 

Lisboa, é considerada a decima cidade com melhor qualidade de vida do mundo.


Venha conhecer connosco este país incrível e as suas ofertas.

Residentes não-habituais
 

O estatuto de Residente Não Habitual, pode ser usufruído por Reformados, Ativos estrangeiros ou imigrantes portugueses nas seguintes condições:

• passarem pelo menos 183 dias por ano ou terem uma residência principal em Portugal a 31 de Dezembro do ano anterior

• não terem declarado IRS nos últimos 5 anos em Portugal

Benefícios fiscais*

• Isenção de Imposto sobre o rendimento no caso da Reforma,
• Taxação de Imposto máximo de 20% no IRS para os Ativos.

*Devido aos tratados fiscais entre os países europeus, não existe dupla tributação sobre o rendimento nem imposto sucessório em Portugal.

Outros benefícios:

• Investimento sem risco de alterações de taxa de câmbio,

• O custo de baixo vida em Portugal, permite aumentar o padrão de vida e maximizar os rendimentos,

• A reforma pode ser recebida numa conta bancária em Portugal ou na conta bancária no país de origem,

• Facilidade de envio do dinheiro da venda do imóvel para o país de onde é natural, ao contrário do que acontece noutros países.


Gonden Visa ou ARI 

Os beneficiários tem a possibilidade de:

• Entrar em Portugal com dispensa de visto de residência;

• Circular pelo espaço Schengen (26 países), sem necessidade de visto;

• Residir e trabalhar em Portugal, devendo permanecer em Portugal 7 dias no primeiro ano e de 14 dias nos anos subsequentes;

• Englobar no visto os membros membros directos da família, sem necessidade necessidade de realizar outro investimento

• Beneficiar de reagrupamento familiar;


Tipo de investimento sujeito às condições anteriores:

- Transferência de capitais no valor mínimo de 1 milhão de euros;
- Criação de pelo menos, 10 postos de trabalho;
- Aquisição de imóveis de valor mínimo de 350.000 mil euros, desde que tenham mais de 30 anos ou se encontrem localizados em áreas de reabilitação urbana com realização das respectivas obras.

- Aquisição de imóveis pelo valor mínimo de 500.000 euros, livres de ónus ou encargos. Pode ser adquirido mais do que 1 imóvel totalizando o valor mínimo indicativo.

- Transferência de capitais no valor mínimo de 350.000 Euros para instituições nacionais públicas ou privadas de investigação científica;

- Transferência de capitais no valor mínimo de 250.000 Euros para investimento ou apoio à produção artística, recuperação ou manutenção do património cultural nacional;

- Transferência de capitais no valor mínimo de 500.000 Euros aplicados na aquisição de unidades de participação em fundos de investimento ou de capital de risco para a capitalização de pequenas e médias empresas.

* Nota: O valor de investimento é reduzido em 20% quando os imóveis se encontram em território de baixa densidade populacional, ou seja com menos de 100 habitantes por km2, ou quando o PIB per capita dessa mesma região é inferior a 75% da média nacional.


Documentos necessários:

- Passaporte válido
- Certificado do Registo Criminal do País de residência, legalizado pelos Serviços Consulares Portugueses e traduzido Português (válido até 3 meses após data de emissão)
- Certidão de Casamento, legalizada pelos Serviços Consulares Portugueses e traduzida para Português (válida até 6 meses após data de emissão)
- Certidão Nascimento, para dependentes, legalizada pelos Serviços Consulares Portugueses e traduzida para Português (válida até 6 meses após data de emissão)
- Prova de inscrição numa Universidade e pagamento de propinas (filhos maiores de 18)

Residentes não-habituais
 

O estatuto de Residente Não Habitual, pode ser usufruído por Reformados, Ativos estrangeiros ou imigrantes portugueses nas seguintes condições:

• passarem pelo menos 183 dias por ano ou terem uma residência principal em Portugal a 31 de Dezembro do ano anterior

• não terem declarado IRS nos últimos 5 anos em Portugal

Benefícios fiscais*

• Isenção de Imposto sobre o rendimento no caso da Reforma,
• Taxação de Imposto máximo de 20% no IRS para os Ativos.

*Devido aos tratados fiscais entre os países europeus, não existe dupla tributação sobre o rendimento nem imposto sucessório em Portugal.

Outros benefícios:

• Investimento sem risco de alterações de taxa de câmbio,

• O custo de baixo vida em Portugal, permite aumentar o padrão de vida e maximizar os rendimentos,

• A reforma pode ser recebida numa conta bancária em Portugal ou na conta bancária no país de origem,

• Facilidade de envio do dinheiro da venda do imóvel para o país de onde é natural, ao contrário do que acontece noutros países.


Gonden Visa ou ARI 

Os beneficiários tem a possibilidade de:

• Entrar em Portugal com dispensa de visto de residência;

• Circular pelo espaço Schengen (26 países), sem necessidade de visto;

• Residir e trabalhar em Portugal, devendo permanecer em Portugal 7 dias no primeiro ano e de 14 dias nos anos subsequentes;

• Englobar no visto os membros membros directos da família, sem necessidade necessidade de realizar outro investimento

• Beneficiar de reagrupamento familiar;


Tipo de investimento sujeito às condições anteriores:

- Transferência de capitais no valor mínimo de 1 milhão de euros;
- Criação de pelo menos, 10 postos de trabalho;
- Aquisição de imóveis de valor mínimo de 350.000 mil euros, desde que tenham mais de 30 anos ou se encontrem localizados em áreas de reabilitação urbana com realização das respectivas obras.

- Aquisição de imóveis pelo valor mínimo de 500.000 euros, livres de ónus ou encargos. Pode ser adquirido mais do que 1 imóvel totalizando o valor mínimo indicativo.

- Transferência de capitais no valor mínimo de 350.000 Euros para instituições nacionais públicas ou privadas de investigação científica;

- Transferência de capitais no valor mínimo de 250.000 Euros para investimento ou apoio à produção artística, recuperação ou manutenção do património cultural nacional;

- Transferência de capitais no valor mínimo de 500.000 Euros aplicados na aquisição de unidades de participação em fundos de investimento ou de capital de risco para a capitalização de pequenas e médias empresas.

* Nota: O valor de investimento é reduzido em 20% quando os imóveis se encontram em território de baixa densidade populacional, ou seja com menos de 100 habitantes por km2, ou quando o PIB per capita dessa mesma região é inferior a 75% da média nacional.


Documentos necessários:

- Passaporte válido
- Certificado do Registo Criminal do País de residência, legalizado pelos Serviços Consulares Portugueses e traduzido Português (válido até 3 meses após data de emissão)
- Certidão de Casamento, legalizada pelos Serviços Consulares Portugueses e traduzida para Português (válida até 6 meses após data de emissão)
- Certidão Nascimento, para dependentes, legalizada pelos Serviços Consulares Portugueses e traduzida para Português (válida até 6 meses após data de emissão)
- Prova de inscrição numa Universidade e pagamento de propinas (filhos maiores de 18)

A HF HomeFeeling tem protocolos estabelecidos com alguns dos principais escritórios de advogados, que podem ajudar a obter o seu Golden Visa.

A HF HomeFeeling tem protocolos estabelecidos com alguns dos principais escritórios de advogados, que podem ajudar a obter o seu Golden Visa

OK

Subscrever newsletter

Subscrever newsletter

Subscrever newsletter

ATENÇÃO Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre o uso de cookies.

AceitarComo configurar